Tecnologia

Melhores Celulares Xiaomi de 2022

Existem muitos em todos os segmentos de preço e, mesmo para os experientes, às vezes pode ser difícil escolher a melhor opção.

ANÚNCIO

A Xiaomi dispensa apresentações, é uma das maiores empresas que se estabeleceu com sucesso como fabricante de smartphones com uma relação preço/desempenho quase de referência. Mas a empresa chinesa fabrica muitos smartphones – pelo mesmo preço, com várias opções muito semelhantes.

Este artigo é uma espécie de ranking dos Melhores Celulares Xiaomi de 2022 que inclui apenas os melhores modelos: celulares Xiaomi bons, mais baratos de qualidade. Todos os preços são do Yandex Market.

Até 682 reais – Redmi 9A (2/32 GB)

Começando a 622 reais

Foto Ilustrativa: Redmi 9A
  • Tela: 6,53 polegadas, 1600×720, IPS, 60Hz.
  • Processador: MediaTek Helio G25, 12nm, 4×2,0 GHz (Cortex-A53) + 4× 1,5 GHz (Cortex-A53).
  • RAM: 2GB.
  • Armazenamento: 32 GB, cartão microSD.
  • Câmera principal: 13 MP (f/2.2).
  • Câmera frontal: 5 MP (f/2.2).
  • Bateria: 5000mAh, 10W, microUSB.
  • Chip NFC: não.
  • SO pré-instalado: Android 10, MIUI 12.
  • Outras modificações: 4/64 GB (de 808 reais) e 4/128 GB (de 895 reais).

Nesta categoria de preço, existem apenas modelos ultra-orçamentos que fazem concessões para manter os custos o mais baixo possível. A versão modificada de 2/32 GB do Redmi 9A prova isso – com um processador mais fraco e memória RAM mínima, este smartphone só pode ser usado como discador, o que requer o lançamento pouco frequente de mensageiros e navegadores.

ANÚNCIO

Se esse cenário de uso atender totalmente às suas necessidades, o Redmi 9A é a melhor escolha. Além disso, vale a pena mencionar que, graças aos componentes econômicos e à bateria grande, espera-se que o tempo de execução sem carregamento seja muito longo. No entanto, a falta de um scanner de impressão digital e chip NFC para pagamentos na loja pode ser uma grande falha.

Até 1024 reais – Redmi 9C NFC (3/64 GB)

Começando a 895 reais

Foto Ilustrativa: Redmi 9C NFC
  • Tela: 6,53 polegadas, 1600×720, IPS, 60Hz.
  • Processador: MediaTek Helio G35, 12 nm, 4 × 2,3 GHz (Cortex-A53) + 4 × 1,8 GHz (Cortex-A53).
  • RAM: 3GB.
  • Armazenamento: cartão microSD de 64 GB.
  • Câmera principal: 13 MP (f/2.2) + 2 MP (macro).
  • Câmera frontal: 5 MP (f/2.2).
  • Bateria: 5000mAh, 10W, microUSB.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 10, MIUI 12.
  • Outras modificações: 2/32 GB (a partir de 750 reais) e 4/128 GB (a partir de 1006 reais).

Este smartphone é um pouco diferente dos seus antecessores, mas mais confortável de usar. Mais RAM e armazenamento; o processador ainda é mais fraco, mas um pouco mais poderoso que o do “irmão mais novo”; há um chipset NFC e um scanner de impressão digital na parte traseira. Leitores atentos notarão a segunda câmera traseira – é um módulo complementar para fotografia macro, mas você não deve contá-lo, pois a ótica de 2 megapixels não fará seu trabalho.

Até 1280 reais – POCO M4 Pro 5G (4/64 GB)

Começando a 1149 reais

Foto Ilustrativa: POCO M4 Pro 5G
  • Tela: 6,6 polegadas, 2400×1080, IPS, 90Hz.
  • Processador: MediaTek Dimensity 810, 6nm, 2x 2.4GHz (Cortex-A76) + 6x 2.0GHz (Cortex-A55).
  • RAM: 4GB.
  • Armazenamento: cartão microSD de 64 GB.
  • Câmera principal: 50 MP (f/1.8) + 8 MP (grande angular, 119°).
  • Câmera frontal: 16 MP (f/2.5).
  • Bateria: 5000mAh, 33W, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 11, MIUI 12.5.
  • Outras modificações: 6/128 GB (de 1396 reais).

Comparado aos modelos mencionados, este é um smartphone em um nível completamente diferente: possui tela de alta resolução, taxa de atualização mais alta, processador mais recente, câmera melhor, carregamento rápido, conectores de cabos modernos. Em suma, este é o modelo mais barato e confortável disponível para a pessoa menos exigente que às vezes joga, não ignora a câmera e constantemente rola pelos feeds das redes sociais.

ANÚNCIO

Até 1536 reais – Redmi Note 10 Pro (6/128 GB)

Começando a 1523 reais

Foto Ilustrativa: Redmi Note 10 Pro
  • Tela: 6,67 polegadas, 2400×1080, AMOLED, 120Hz.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 732G, 8nm, 2x 2.3GHz (Kryo 470 Gold) + 6x 1.8GHz (Kryo 470 Silver).
  • RAM: 6GB.
  • Armazenamento: cartão microSD de 128 GB.
  • Câmera principal: 108 MP (f/1.9) + 8 MP (grande angular, 118°) + 5 MP (macro) + 2 MP (sensor de profundidade).
  • Câmera frontal: 16 MP (f/2.5).
  • Bateria: 5020mAh, 33W, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 11, MIUI 13.
  • Outras modificações: 6/64 GB (a partir de 1531 reais) ou 8/128 GB (a partir de 1585 reais).

O Redmi Note 10 Pro é um exemplo de smartphone de muito sucesso, e mesmo um ano e meio após seu lançamento, não deixa uma lista dos melhores modelos para igualar seu preço. A Xiaomi conseguiu combinar um custo relativamente baixo, uma tela boa e rápida, um processador decente e uma câmera medíocre, e a bateria não nos decepcionou. Em geral, este modelo não tem fraquezas francas se o considerarmos em termos de preço.

Até 1706 reais – POCO X4 Pro 5G (6/128 GB)

Começando a 1676 reais

Foto Ilustrativa: POCO X4 Pro 5G
  • Tela: 6,67 polegadas, 2400×1080, AMOLED, 120Hz.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 695 5G, 6 nm, 2 × 2,2 GHz (Kryo 660 Gold) + 6 × 1,7 GHz (Kryo 660 Silver).
  • RAM: 6GB.
  • Armazenamento: cartão microSD de 128 GB.
  • Câmera principal: 108 MP (f/1.9) + 8 MP (grande angular, 118°) + 2 MP (macro).
  • Câmera frontal: 16 MP (f/2.5).
  • Bateria: 5000mAh, 67W, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 11, MIUI 13.
  • Outras modificações: 8/256 GB (de 1985 reais).

Apesar da pequena diferença de preço, o POCO X4 Pro 5G é melhor que o “mais antigo” mencionado em vários aspetos: uma tela mais brilhante com os mesmos recursos básicos, um processador mais econômico com desempenho semelhante, comparado a uma bateria de mesma capacidade , o a velocidade de carregamento é duplicada. De fato, apesar do status da câmera, o POCO X4 Pro dispara pior – algo que deve ser levado em consideração ao escolher entre os dois modelos.

Até 2048 reais – Mi 11 Lite 5G NE (8/128 GB)

Começando a 1937 reais

Foto Ilustrativa: Mi 11 Lite 5G NE
  • Tela: 6,55 polegadas, 2400×1080, AMOLED, 90Hz.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 778G 5G, 6 nm, 4 × 2,4 GHz (Kryo 670) + 4 × 1,8 GHz (Kryo 670).
  • RAM: 8GB.
  • Armazenamento: cartão microSD de 128 GB.
  • Câmera principal: 64 MP (f/1.8) + 8 MP (grande angular, 119°) + 5 MP (macro).
  • Câmera frontal: 20 MP (f/2.2).
  • Bateria: 4250mAh, 33W, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 11, MIUI 12.5.
  • Outras modificações: 6/128 GB (de 1955 reais) ou 8/256 GB (de 2148 reais).

O smartphone Xiaomi balanceado com 8 GB de RAM mais barato é o Mi 11 Lite 5G NE, o modelo mais jovem da série do ano passado que incorpora a transição do fabricante para um novo design. O smartphone deveria ser uma versão mais barata de um carro-chefe de nível básico, e acabou sendo.

O processador secundário é bom o suficiente para os usuários menos exigentes, nem todos notarão a diferença na taxa de atualização da tela entre 90Hz e 120Hz, e é totalmente possível carregar sem 67W. Mas há algumas coisas que simplificam o toque: uma ótima câmera e uma tela com excelente reprodução de cores.

Até 2389 reais – Mi 11T (8/128 GB)

Começando a 2195 reais

Foto Ilustrativa: Mi 11T
  • Tela: 6,67 polegadas, 2400×1080, AMOLED, 120Hz.
  • Processador: MediaTek Dimensity 1200, 6 nm, 1 × 3,0 GHz (Cortex-A78) + 3 × 2,6 GHz (Cortex-A78) + 4 × 2,0 GHz (Cortex-A55).
  • RAM: 8GB.
  • Armazenamento: 128 GB.
  • Câmera principal: 108 MP (f/1.8) + 8 MP (grande angular, 120°) + 5 MP (macro).
  • Câmera frontal: 16 MP (f/2.5).
  • Bateria: 5000mAh, 67W, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 11, MIUI 12.5.
  • Outras modificações: 8/256 GB (de 2374 reais).

A série de telefones Xiaomi T anda de mãos dadas com os carros-chefe, oferecendo preços mais baixos sem grandes compromissos. A principal nuance do Mi 11T é o processador – Dimensity 1200. Este modelo da MediaTek é pior que seus equivalentes da Qualcomm em termos de desempenho máximo, descarrega mais o smartphone durante o uso básico, mas mostra melhor estabilidade sob carga e, o mais importante, é mais barato . Fora isso, o Mi 11T não possui falhas óbvias, apenas alguns recursos principais estão faltando: estabilização óptica de imagem para a câmera principal e um módulo de telefoto para zoom sem perdas.

Até 2986 reais – Mi 11T Pro (8/128 GB)

Começando a 2621 reais

Foto Ilustrativa: Mi 11T Pro
  • Tela: 6,67 polegadas, 2400×1080, AMOLED, 120Hz.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 888, 5nm, 1x 2.84GHz (Cortex-X1) + 3x 2.42GHz (Cortex-A78) + 4x 1.80GHz (Cortex-A55).
  • RAM: 8GB.
  • Armazenamento: 128 GB.
  • Câmera principal: 108 MP (f/1.8) + 8 MP (grande angular, 120°) + 5 MP (macro).
  • Câmera frontal: 16 MP (f/2.5).
  • Bateria: 5000mAh, 120W​​​, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 11, MIUI 12.5.
  • Outras modificações: 8/256 GB (de 2799 reais) ou 12/256 GB (de 3195 reais).

Na maioria das vezes, a versão Pro difere da versão usual apenas por alguns recursos necessários, geralmente apenas para usuários muito exigentes. O Mi 11T Pro é outro exemplo que se destaca no contexto do modelo básico mencionado apenas por dois pontos: não o processador Dimensity 1200, mas uma alternativa mais eficiente ao Snapdragon 888 na superfície, e a bateria suporta carregamento de 120 W ( 100% em 17 minutos) vs 67 W (100% em 36 minutos). Caso contrário, esses são os mesmos smartphones, e a maioria das pessoas usará o Mi 11T comum.

Até 3413 reais – Mi 12X (8/128 GB)

Começando a 2942 reais

Foto Ilustrativa: Mi 12X
  • Tela: 6,28 polegadas, 2400×1080, AMOLED, 120Hz.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 870, 7nm, 1x 3.2GHz (Kryo 585) + 3x 2.42GHz (Kryo 585) + 4x 1.80GHz (Kryo 585).
  • RAM: 8GB.
  • Armazenamento: 128 GB.
  • Câmera principal: 50 MP (f/1.9) + 13 MP (grande angular, 123°) + 5 MP (macro).
  • Câmera frontal: 32 MP (f/2.5).
  • Bateria: 4500mAh, 67W, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 11, MIUI 13.
  • Outras modificações: 8/256 GB (de 3437 reais).

Entre todas as novas séries Mi 12, o preço do 12X é o mais equilibrado. Ele tem uma ótima tela, ótimas câmeras, autonomia invejável — ou seja, um smartphone sem nenhuma falha gritante e nenhum comprometimento gritante (a câmera principal tem até estabilização óptica, mas sem resistência a poeira ou água). Ao mesmo tempo, a portabilidade não pode ser ignorada: este é um dos poucos smartphones compactos que parece estar ficando cada vez menos a cada ano.

Até 3840 reais – Mi 12 (8/128 GB)

Começando a 3601 reais

Foto Ilustrativa: Mi 12
  • Tela: 6,28 polegadas, 2400×1080, AMOLED, 120Hz.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1, 4nm, 1× 3,00 GHz (Cortex-X2) + 3× 2,25 GHz (Cortex-A710) + 4× 1,80 GHz (Cortex-A510).
  • RAM: 8GB.
  • Armazenamento: 128 GB.
  • Câmera principal: 50 MP (f/1.9) + 13 MP (grande angular, 123°) + 5 MP (macro).
  • Câmera frontal: 32 MP (f/2.5).
  • Bateria: 4500mAh, 67W, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 12, MIUI 13.
  • Outras modificações: 8/256 GB (de 3963 reais) ou 12/256 GB (de 4258 reais).

À primeira vista, o Mi 12 difere do mencionado 12X apenas no processador: o novo Snapdragon 8 Gen 1 é instalado em vez do Snapdragon 870 (aproximadamente uma versão renomeada do Snapdragon 865+ 2020). Bom ou ruim é uma questão de debate, pois a novidade, embora mais poderosa, superaquece sob carga, enquanto o desempenho do 870º Dragon tem bastante espaço livre sem problemas de limitação.

ANÚNCIO

Se vale a pena pagar mais pelo controverso processador cabe a todos decidir, mas há uma nuance mais discreta – a versão pré-instalada do sistema operacional. Ambos os smartphones foram lançados no mesmo dia com o firmware MIUI 13 instalado de fábrica, mas o Mi 12X vem com o Android 11 pré-instalado e o Mi 12 vem com o Android 12 pré-instalado.

Até 5120 reais – Xiaomi Mi 11 Ultra (12/256 GB)

Começando a 4905 reais

Foto Ilustrativa: Xiaomi Mi 11 Ultra
  • Tela principal: 6,81 polegadas, 3200×1440, AMOLED, 120Hz.
  • Minitela opcional: OLED de 1,1″.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 888, 5nm, 1x 2.84GHz (Cortex-X1) + 3x 2.42GHz (Cortex-A78) + 4x 1.80GHz (Cortex-A55).
  • RAM: 12GB.
  • Armazenamento: 256 GB.
  • Câmera principal: 50 MP (f/2.0) + 48 MP (grande angular, 128°) + 48 MP (f/4.1, periscópio).
  • Câmera frontal: 20 MP (f/2.2).
  • Bateria: 5000mAh, 67W, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 11, MIUI 12.5.
  • Outras modificações: 12/512 GB (de 5357 reais).

Normalmente, os novos modelos emblemáticos (série Mi 12) superam seus antecessores (Mi 11) e são mais caros que os modelos mais antigos cujo preço caiu um ano depois, mas o Mi 11 Extreme Commemorative Edition tornou-se uma exceção, muito incomum. Primeiro, uma mini tela adicional fica ao lado do bloco da câmera traseira para notificações, widgets e selfies na câmera principal.

Em segundo lugar, o Mi 11 Ultra foi o melhor celular com câmera de seu tempo – embora isso seja discutível, alguns revisores acham que é um líder mesmo no contexto do iPhone, Galaxy S e Pixel (não apenas na fotografia, mas também na gravação de vídeo) Terceiro, este é um modelo verdadeiramente topo de gama: tem um ecrã de 1440p, um corpo em cerâmica e carregamento sem fios de 67W muito rápido.

O Xiaomi Mi 11 Ultra raramente é apresentado nesses itens porque não é voltado para o comprador médio – é um modelo caro voltado para quem quer o melhor (no lançamento). Também é um smartphone enorme e muito pesado, com tela de 6,81 polegadas e peso de 234 gramas.

A partir de 5120 reais – Mi 12 Pro (8/256 GB)

Começando a 5552 reais

Foto Ilustrativa: Mi 12 Pro
  • Tela: 6,73 polegadas, 3200×1440, AMOLED, 1-120Hz.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1, 4nm, 1× 3,00 GHz (Cortex-X2) + 3× 2,25 GHz (Cortex-A710) + 4× 1,80 GHz (Cortex-A510).
  • RAM: 8GB.
  • Armazenamento: 128 GB.
  • Câmera principal: 50 MP (f/1.9) + 50 MP (grande angular, 115°) + 50 MP (f/1.9, telefoto).
  • Câmera frontal: 32 MP (f/2.5).
  • Bateria: 4600mAh, 120W​​​, USB-C.
  • Chip NFC: sim.
  • SO pré-instalado: Android 12, MIUI 13.
  • Outras modificações: 12/256 GB (a partir de 5982 reais).

Antes de trazer a série Mi 12S para a Rússia, este smartphone em particular era o melhor modelo Xiaomi em nosso mercado. O Mi 12 Pro difere do habitual Mi 12 nos diferentes níveis de exibição (taxa de atualização dinâmica de 1 a 120 Hz, maior brilho e contraste, melhor reprodução de cores, maior resolução), sistema de câmera traseira (três módulos 50 MP, é difícil para detectar falhas de qualidade de imagem) e carregamento mais rápido (120W vs 67W).

No entanto, você terá que pagar muito por essas melhorias – se valerem a pena, todos devem decidir por si mesmos, mas a maioria das pessoas obviamente ficará feliz com o habitual Mi 12 ou mesmo o Mi 12X.

Renan Ribeiro

Sou Técnico de Sistemas Informáticos, contudo, a comunicação é a minha grande paixão. Escrevo há anos, e estou sempre tentando me manter atualizado com o que está acontecendo no mundo do SEO. Atualmente sou o redator do blog Rede Ardente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo